D. Teresa

(Gameiro, 1899)

Filha ilegítima de D. Afonso VI de Leão, Castela e Galiza, desconhece-se a sua data de nascimento, sabendo-se apenas que morreu em 1130. Tornou-se esposa de D. Henrique de Borgonha, ao qual lhe foi entregue o Condado Portucalense (1095). Após a morte de D. Henrique em 1112, e na menoridade de seu filho D. Afonso Henriques, D. Teresa ficou à frente dos destinos do Condado. Influenciada pela família Peres de Trava, tentou prosseguir com a política de independência face a Leão e com o alargamento do território. Em desacordo com sua mãe, o infante Afonso Henriques armou-se a si próprio cavaleiro e, em 1128, derrotou as forças de D. Teresa na Batalha de S. Mamede. Após esta batalha, D. Teresa refugiou-se na Galiza (Infopédia, 2003-2020 & Soares, 2019).

D. Teresa notabilizou-se por, em 1108, ter concedido carta de foral, juntamente com o seu marido, conde D. Henrique, à vila de Tentúgal, carta que acabaria por ser confirmada em 1124 por esta rainha.

Referências Bilbliográficas:

Gameiro, A. R. (1899). Teresa de Leão. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_de_Le%C3%A3o#/media/Ficheiro:D.Teresa,_m%C3%A3e_de_D._Afonso_Henriques-_Hist%C3%B3ria_de_Portugal,_popular_e_ilustrada.png

Infopédia (2003-2020). D. Teresa. Disponível em: https://www.infopedia.pt/$d.-teresa

Soares, J. (2019). Teresa de Leão. Disponível em: https://historias-john-soares.blogs.sapo.pt/teresa-de-leao-10983

Botão Voltar ao Topo