D. Sesnando

(Freire, 2019)

Segundo fontes, acredita-se que Sesnado Davides tenha nascido em Tentúgal no ano de 973 e falecido em Coimbra, no dia 5 de agosto de 1091. Foi um Moçárabe da península Ibérica, dono das terras na zona de Coimbra e Senhor feudal desta mesma cidade (Cura, 2018).

Figura de relevo associada à Reconquista definitiva de Coimbra, não apenas por ter tido um papel ativo no cerco e tomada da cidade, mas porque foi ele quem a governou ao longo das três décadas seguintes. Viveu-se, portanto, um período de paz e estabilidade, denominado, por autores, como a “idade de ouro do moçarabismo coimbrão” (Castelos e Muralhas do Mondego, s/d).

Embora as fontes escritas não permitam verdadeiramente assegurá-lo, Sesnando Davides tem sido identificado como natural de Tentúgal, localidade onde os seus pais, Susana e David, detinham vários bens. Também sem que se saiba exatamente como, não sendo de descartar a hipótese de rapto por ocasião de uma incursão muçulmana na região de Coimbra, Sesnando surge na corte de al-Mutadid, em Sevilha, onde chegou a desempenhar cargos de relevo entre os anos de 1040 e 1050, como o de vizir ou alvazil (equivalente a ministro e membro do supremo conselho), título que usaria por toda a sua vida (Castelos e Muralhas do Mondego, s/d).

Referências Bibliográficas:

Castelos e Muralhas do Mondego (s/d). Quem é Quem?. Disponível em: http://www.castelosemuralhasdomondego.pt/website/personagens.php?p=sesnando_davides

Cura, J. (2018). D. Sesnando. Disponível em: http://filatelica.aac.uc.pt/dsesnando.php

Freire, N. S. (2019). D. Sesnando Davides. Disponível em: http://ilustracaonunofreire.blogspot.com/2019/02/d-sesnando-davides.html

Botão Voltar ao Topo