Casa Manuelina e Jardins da Quinta do Lapuz

(Machado, 2014)
Fonte: Direção-Geral do Património Cultural

Classificação: Monumento de Interesse Público / ZEP, Portaria n.º 740-BN/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 de 24 dezembro 2012.

Data de construção: Séculos XVI e XVII.

Estilo Arquitetónico: Monumento com planta composta por três corpos, irregular, com volumes articulados dispostos horizontalmente em U, em torno de um espaço central. Possui coberturas diferenciadas em telhados de quatro e de duas águas (Município de Montemor-o-Velho, s/d, Oliveira, 2005 & Sistema de Informação para o Património Arquitetónico, 2001-2016).

Casa tipo do século XVII, onde se conserva uma janela manuelina, constituída por duas janelas retangulares de verga reta. Esta janela tem duplo lume, com mainel central, que separa os dois arcos no centro. Estes arcos, encimados por um losango com uma rosa Tudor inscrita, estão enquadrados, exteriormente, por um arco conopial decorado com troncos. Esta edifício é rematado por empena, também reta, com cornija, na qual assenta o telhado de beiral saliente (Município de Montemor-o-Velho, s/d, Oliveira, 2005 & SIPA, 2001-2016).

A Casa Arieira apresenta, igualmente, uma fachada principal orientada no sentido Este, composta por dois andares e por pano único, que é limitado pelos cunhais, em cada ângulo. Já a fachada Oeste dá para um pátio aberto que apresenta, a Norte, uma arcada a pleno centro. Esta fachada tem três registos, sendo de referir que o inferior é rasgado por duas portas de verga reta, o segundo por uma janela de igual recorte e o último por duas janelas junto das extremidades. Ao alçado Norte, está adossada uma construção de planta quadrangular, que era coberta por telhado de duas águas. A Sul, encontra-se uma construção recente. Todo o edifício era, em tempos passados, coberto por telhado de quatro águas, que acabou por ruir em muitos locais (Município de Montemor-o-Velho, s/d, Oliveira, 2005 & SIPA, 2001-2016).

Interiormente, os pés direitos apresentam decoração geometrizante de grande qualidade estilística. Vê-se uma inscrição, em caracteres góticos, já muito apagados, onde se pode ler:

– Joha (o) Alvarez me fez e seo irmao pedralvarez em 1507 (DGPC, 2005, Município de Montemor-o-Velho, SIPA, 2001-2016).

História: Este solar, conhecido, outrora, como a Casa da Arieira, foi a residência da família Pereira de Sampaio. Foi mandado construir, em 1504, por Diogo Pereira de Sampaio, primeiro elemento desta família a residir em Tentúgal. Três anos depois, a janela manuelina estaria concluída, conforme a inscrição cronografada. No entanto, de acordo com os habitantes locais, este edifício foi o palácio de D. Sesnando (DGPC, 2005, Município de Montemor-o-Velho, SIPA, 2001-2016).

Em 1551, António Pereira de Sampaio vinculou uma grande extensão de terras (casas e quintais que iam do Pátio de Tentúgal até ao ribeiro) que, ainda em 1944, constituíam a Quinta do Mourão. Um século mais tarde, século XVII, foi reedificado o edifício principal (Município de Montemor-o-Velho, s/d, Oliveira, 2005 & SIPA, 2001-2016).

Este monumento acabaria por pertencer ao Dr. José Gilberto Veloso da Costa, no século XX, mais concretamente em 1944. Em 1996, deu entrada, no IPPAR (atual IGERSPAR, I.P.) de Coimbra, o processo de classificação da casa, janela manuelina e jardim. Atualmente, a Casa da Arieira está em ruína (Município de Montemor-o-Velho, s/d, Oliveira, 2005 & SIPA, 2001-2016).

Referências Bibliográficas:

Município de Montemor-o-Velho (s/d). Quinta do Lapuz/Casa da Arieira. Disponível em: https://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/component/k2/item/201-quinta-do-lapuz-casa-da-arieira

Oliveira, C. (2005). Casa com janela manuelina e jardim da Quinta do Lapuz. Disponível em: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/72161/

Sistema de Informação para o Património Arquitetónico (2001-2016). Casa com Janela Manuelina e Jardins da Quinta do Lapuz. Disponível em: http://www.monumentos.gov.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=2667

Botão Voltar ao Topo